Em 30 de Novembro, jovens mexicanos de Espolea juntaram-se às actividades do INPUD à volta do globo para demonstrar aos Embaixadores Russos uma mensagem clara: um declínio forte e decisivo na trajectória da epidemia do HIV só é possível se os que estão mais vulneráveis ao vírus forem representados e os seus direitos forem reconhecidos. Este pequeno filme mostra a empatia mexicana que devido à sua experiência pode falar do desastre resultante de fracas políticas ou estratégias das drogas e que matam dezenas de gerações jovens diariamente.

Mantenha-se a par dos desenvolvimentos das políticas das drogas subscrevendo o Alerta Mensal do IDPC.