Um hospital de Paris vai abrir a primeira sala de consumo de drogas na França, onde os usuários poderão injetar suas drogas em condições sanitárias corretas, uma proposta defendida pelas associações, mas criticada pelos moradores locais.

A ministra da Saúde, Marisol Touraine, e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, visitaram nesta terça-feira (11) esta "sala de consumo de drogas com risco mínimo" (SCMR), situada no hospital Lariboisière, perto da estação de trens Gare du Nord, o bairro parisiense mais afetado pelo consumo de drogas.

Com esta instalação, que na sexta-feira acolherá os primeiros consumidores, a França se une à lista de países que já contam com centros deste tipo, como Alemanha, Austrália, Canadá, Espanha, Dinamarca, Luxemburgo, Noruega, Holanda e Suíça, onde a experiência destes últimos anos foi positiva.

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.