O governo do México lançou nesta terça-feira (12) um site para debater o consumo de maconha, pouco mais de dois meses após o Supremo Tribunal mexicano ordenar, de forma inédita, que o governo permita o consumo recreativo a quatro pessoas que buscam sua descriminalização.

Na sequência dessa decisão, o presidente do México, Enrique Peña Nieto, manifestou sua oposição à legalização da maconha, mas disse que estava "aberto" para ouvir "posições devidamente documentadas".

Com a plataforma digital, "o governo organiza um debate amplo e inclusivo para que todas as vozes e diversas culturas sejam ouvidas", disse em coletiva de imprensa Roberto Campa, subsecretário de Direitos Humanos.

Através do site, qualquer pessoa poderá se inscrever como ouvinte ou participante dos cinco fóruns que serão realizados entre 26 de janeiro e 5 de abril em diferentes pontos do país.

Os mexicanos, que em sua maioria, segundo pesquisas, se opõem à legalização, encontrarão na página informações sobre legislações de outros países, estatísticas, pesquisas em todo dos efeitos da maconha na saúde, entre outros temas.

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.

Thumbnail: Wikipedia