Por Ámbito Financiero (Argentina)

A União de Nações Sul-Americanas (Unasul) aprovou na noite passada, em Montevidéu, um acordo sobre a política mundial de drogas que pede uma mudança no modelo repressivo vigente de luta contra o narcotráfico, numa reunião considerada ‘histórica’ para o bloco, que apresentará o documento acordado à ONU em abril, em Nova York.

“É algo histórico (o encontro) porque a América do Sul tem sido a mais afetada nessa luta contra o narcotráfico. Te digo isso por experiência própria no meu país”, falou à imprensa Ernesto Samper, secretário geral da UNASUL e ex-presidente da Colômbia (1994-1998).

“Na Unasul, acreditamos que devemos mudar a estratégia atual. Estamos sendo duros com os mais fracos e fracos com os mais fortes, estamos fazendo ao contrário”, acrescentou ele. “Devemos deixar de perseguir os agricultores pobres, não aprisionar os consumidores e dar-lhes um tratamento educativo e preventivo”, disse o presidente.

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.