A Câmara dos Deputados do Chile aprovou um projeto que legaliza o cultivo pessoal da maconha, assim como seu uso para fins medicinais e recreativos.

A medida, que foi aprovada por 68 votos a favor e 39 contrários, será examinada por uma comissão parlamentar de Saúde para então ser votada no Senado.

O resultado foi comemorado, ainda mais porque o Chile é um dos países com legislação mais conservadora entre seus vizinhos, com punições severas de ate 15 anos de cárcere por plantio, venda ou transporte de maconha.

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.