O Presidente Colombiano, Juan Manuel Santos, admitiu o fracasso do modelo de ‘guerra às drogas’ e pediu uma cultura que implique na prevenção do consumo e na saúde dos usuários.

“Gastamos bilhões de dólares em uma guerra com resultados importantes – sem dúvida – mas insuficientes; bilhões que deveriam ter sido investidos em hospitais, colégios, moradias para os mais pobres e criação de emprego…”, acrescentou Santos, para quem é necessário “mais do que uma guerra, e sim a soma de medidas inteligentes, bem projetadas, bem executadas e centradas nas pessoas, que produzam melhores resultados do que os que alcançamos até agora”.

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.