Repense: uma campanha de conscientização sobre a maconha medicinal

Você sabia que da maconha sai um remédio que pode controlar as convulsões de mais de 600 mil brasileiros que têm formas de epilepsia sem tratamento? Você sabia que ela é comprovadamente eficaz para aliviar náuseas e vômitos em pacientes de câncer que fazem quimioterapia? E que ela alivia os sintomas da esclerose múltipla, uma doença grave e sem cura? Estas são apenas algumas das aplicações medicinais da maconha. Esse tipo de terapia é proibida no Brasil, mas conhecida e usada em diversos países: Canadá, Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, França, Israel, entre outros. No Brasil, quase ninguém sabe disso. E as centenas de milhares de pessoas que poderiam se beneficiar de um tratamento com ela só têm duas opções: continuar sofrendo ou usar a droga de forma ilegal.

Os brasileiros precisam saber disso. Então vamos fazer uma campanha de conscientização sobre a importância de debater o uso medicinal de maconha e derivados no Brasil.

Já existem projetos na Câmara e no Senado que propõem regular o uso medicinal de maconha, mas eles só têm chance de serem aprovados se as pessoas souberam que essa planta também pode ser remédio.

Vamos fazer essa campanha juntos e em colaboração. Ela vai ter duas frentes: uma online e outra offline.

A campanha online

Nossa equipe vai produzir um site cheio de informações confiáveis sobre a maconha medicinal.

Ele vai explicar o que é a maconha medicinal, de que formas ela pode ser consumida, para que doenças ela pode trazer alívio, em que países isso já é feito, como isso acontece e com que resultados. Tudo baseado em evidências científicas, inclusive com resumos de pesquisas publicadas sobre o assunto, traduzidas de modo acessível para o público leigo.

De quebra, o site vai exibir outros vídeos de esclarecimento, como o ILEGAL, que fizemos para divulgar esta campanha. (Não viu? Clique aqui: https://www.youtube.com/watch?v=CtJJ1pzMKxs)

O site será uma fonte segura de informação para pacientes e médicos, mas também uma ferramenta de conscientização sobre a maconha medicinal e sobre a importância de debater seu uso e sua regulamentação no Brasil.

A publicação do site, 30 dias depois de cumprirmos a meta, vai marcar a conclusão e o sucesso dessa campanha na internet. Mas ela continua com você, offline.

Ler o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.