A instalação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) nas favelas do Rio de Janeiro levou a uma brusca queda na ocorrência de crimes violentos, reduziu os roubos, mas não freou a comercialização de drogas.

Source: http://www.willistonian.org/rio-and-the-games/

As conclusões são de um estudo recente dos economistas Claudio Ferraz e Bruno Ottoni, da PUC-Rio.

As ocupações, que tiveram início no fim de 2008, reduziram em 64% os crimes que resultam em mortes violentas dentro das favelas ocupadas.

Também houve recuo de 29% nesse tipo de ocorrência nas vizinhanças de 18 comunidades onde foram instaladas UPPs até 2012.

As apreensões de criminosos e drogas pela polícia aumentaram significativamente. Dentro das favelas, essas ações passaram de uma média mensal de, respectivamente, 0,9 e 1,5 antes de 2009 para 2,49 e 4,15 depois.

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.