O Viva Rio e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social inauguraram, no último dia 12 de setembro, a primeira unidade reformulada do projeto Casa Viva, voltado para a recuperação de jovens usuários de crack e outras drogas. A cerimônia contou com a presença de várias autoridades, entre elas o vice-prefeito e chefe da pasta, Adilson Pires; o subsecretário Rodrigo Abel; e o diretor executivo do Viva Rio, Rubem César Fernandes.

Criado em 2008 pela prefeitura do Rio de Janeiro, o “Casa Viva” passou por um processo de ampliação, agregando políticas de saúde, educação e assistência social. A unidade inaugural, localizada em Bonsucesso, possui sala de informática, biblioteca, sala de jogos, brinquedoteca e área de convivência. Atualmente, conta com 12 adolescentes cuja média etária é de 16 anos. ”Esse é um espaço de reestruturação para os jovens. Queremos que eles restabeleçam laços, criem memória e reintegrem-se à sociedade”, afirmou a coordenadora técnica da iniciativa, Marília Rocha.

Leia mais sobre esse assunto.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.