A Suíça será a partir de 2018, e por quatro anos, membro do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC). Ela já participou desse órgão de 2004 a 2011 e defende há décadas uma política de narcóticos baseada nos direitos humanos e saúde pública. 

UNODC, como é conhecido internacionalmente, foi fundado em 1946 como principal grêmio da ONU de discussão da política de narcóticos. Essa comissão orienta países membros, conduz o programa internacional e decide sobre o controle e qualificação de substâncias psicotrópicas.

Segundo o Ministério suíço das Relações Exteriores (EDA), o país reforça sua presença em organizações internacionais com essa escolha e ganha a possibilidade de participar dos debates e desenvolvimentos futuros da política de drogas.  

Leia o artigo completo.

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.