Chamado de Redenção, o programa para usuários de crack na região conhecida como Cracolândia, na região da Luz, pretende ofertar vagas em empresas privadas com remuneração de até R$ 1.800.

Combinando estratégias do extinto programa De Braços Abertos com o Recomeço, do governo estadual, o Redenção prevê a internação compulsória nos casos mais graves e encaminhamento dos beneficiários a hotéis ou comunidades terapêuticas.

No dia 11 de janeiro, porém, o novo prefeito João Doria afirmou que para participar do programa 
será necessário fazer um "exame antidoping" para terem direito à moradia assistida

Repetindo a prática adotada pelas últimas gestões municipais na região, na noite do dia 17 a 
Polícia Militar de São Paulo entrou em confronto com usuários de droga na Cracolândia

Via Plataforma Brasileira de Política de Drogas | Newsletter #31

Registe-se para recever as Alertas mensais do IDPC e obter informação sobre questões relacionadas com as políticas de drogas.

Thumbnail: pixabay joelfotos